É PRECISO NÃO ESQUECER NADA

É preciso não esquecer de nada:
nem a torneira aberta nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.

É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.

O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.

O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos,
a idéia de recompensa e de glória.

O que é preciso é ser como se já não fôssemos,
vigiados pelos próprios olhos
severos conosco, pois o resto não nos pertence.

Cecília Meireles

Comentários

  1. oiii
    o blog esta lindo,adorei os trabalhos
    bjuxxx

    ResponderExcluir
  2. Hola Ana! Vine a conocer tu blog, gracias por visitar el mío, tienes muy lindos trabajos, me encantaron las pulseras. Besos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Que bom que resolveu deixar um recadinho!!!
Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

COLETE - Tricot

CARBONO NEUTRO